Ultimate magazine theme for WordPress.

Três moçambicanos detidos com droga avaliada em 60 milhões de randes na África do Sul

Três moçambicanos foram detidos, na terça-feira, 14, na estrada N4 em Kaapmuiden, perto de Nelspruit, capital da província sul-africana de Mpumalangana, na posse de heroína avaliada em 60 milhões de randes, cerca de quatro milhões de dólares norte-americanos.

Segundo informações da polícia sul-africana, a droga estava escondida nos pneus sobressalentes de dois carros Toyota Prado com chapas de matricula de Moçambique nos quais viajavam os três suspeitos.

A polícia diz que a detenção dos três homens, de idades que variam entre 27 anos e 35 anos, foi possível graças à informação fornecida pela comunidade de Kaapmuiden, perto da cidade de Nelspruit, capital de Mpumalanga.

Há relatos de que quando os carros foram interceptados um tentou sem sucesso fugir dos agentes policiais.

Os três suspeitos compareceram nesta quarta-feira, 15, no tribunal distrital de Barberton e a droga foi levada à Pretoria para análise laboratorial.

A Policia indica que, no mês passado, descobriu um volume de heroína avaliada em 2.5 milhões de randes nos arredores de Nelspruit durante a operação “Páscoa Segura”.

O porta-voz da corporação policial em Mpumalanga acredita que o volume foi precipitadamente largado por um passageiro que vinha de Moçambique temendo ser detido num posto temporário da Policia.

Muitos moçambicanos têm sido regularmente apanhados do lado sul-africano com grandes volumes de droga de tipo cocaína ou heroína.

No entanto, Moçambique não é produtor de droga deste tipo, sendo apenas ponto de trânsito usado por sindicatos de traficantes locais e estrangeiros.

A maior preocupação dos moçambicanos é a facilidade com que traficantes passam pela fronteira moçambicana de Ressano Garcia para logo serem apanhados e detidos do lado sul-africano.

VOA

Loading...
moznews.co.mz