X

Eneas Comiche promete melhorar vida dos munícipes da cidade de Maputo

Foram ontem investidos os titulares dos 53 conselhos autárquicos e os membros das respectivas assembleias, eleitos a 10 de Outubro último.

Nas autarquias das capitais provinciais, as cerimónias foram testemunhadas pelos membros do Governo central e nos restantes por representantes dos governos locais e do Ministério da Administração Estatal e Função Pública (MAEFP).

Eneas Comiche reassume edilidade de Maputo e promete rigor para melhorar vida dos munícipes. “Vamos criar uma linha verde para denúncia de casos de corrupção e tomar medidas contundentes contra os prevaricadores”.

Esta foi uma das principais frases fortes de Éneas da Conceição Comiche no dia em que, dez anos depois, voltou a tomar posse como Presidente do Conselho Autárquico da Cidade de Maputo.

Economista, com passagens pelos cargos de Governador do Banco de Moçambique e Ministro das Finanças, tem 80 anos de idade e já conhece a casa. Em 2008, depois de cumpriu um mandato passou as pastas para David Simango, de quem ontem, uma década depois recebe-as de volta.

O novo edil, eleito no escrutínio de 10 de Outubro passado pela lista da Frelimo com 56 por cento de votos foi empossado pelo novo Presidente da Assembleia Autárquica, de quem recebeu as insígnias da cidade capital, com destaque para a chave da cidade e as bandeiras da autarquia.

Na hora da intervenção garantiu muito rigor na governação, tudo para melhorar as condições de vida dos munícipes. “Tudo faremos para melhorar as condições de vida nos bairros, abrindo mais acessos, expandido a iluminação pública e a rede de abastecimento de água e organizando a prática do comércio informal”, disse.

Aliás, tal como foi fazendo ao longo da campanha eleitoral, ontem voltou a falar das suas prioridades, clarificando as ações em cada área de actividade. Para responder ao drama do transporte público, uma das principais preocupações dos munícipes, Comiche diz que vai implementar o “Programa Tsutsuma Maputo”, cujo objectivo é melhorar o sistema de Transportes, Mobilidade e Acessibilidade, através da implementação do sistema de Transporte Rápido de Autocarros, de um sistema ferroviário de transporte de passageiros (Metro), do sistema intermodal na área metropolitana de Maputo, da consolidação do funcionamento do Metro-Bus na área do Grande Maputo, incluindo a criação de estações destinadas a facilitar as transferências das vias férreas às rodoviárias.

This website uses cookies.