X

Jovem condenada a prisão perpétua por esfaquear filha recém-nascida com uma tesoura

Uma mulher que esfaqueou a filha recém-nascida até à morte com uma tesoura após dar à luz foi condenada a prisão perpétua. O caso aconteceu em Manchester, no Reino Unido.

Rachel Tunstill tinha visto a sua condenação ter sido anulada em tribunal, no entanto, foi pedido um novo julgamento que resultou numa sentença de prisão para a vida inteira, com um prazo mínimo de 17 anos.

A criminosa esfaqueou a bebé 14 vezes na casa de banho enquanto o namorado, Ryan Kelly, jogava computador no quarto ao lado. Ao que este alegou, a mulher ter-lhe-ia dito que tinha sofrido um aborto espontâneo.

De seguida, colocou o corpo do bebé dentro de um saco e deitou-o no lixo da cozinha. Mais tarde, quando foi ao hospital devido a complicações, a polícia foi chamada uma vez que esta ainda transportava dentro do útero uma parte do cordão umbilical e a placenta do bebé. Mais tarde, o cadáver do pequeno recém-nascido foi encontrado.

De acordo com a investigação, a menina nasceu com vida mas morreu após ter sido esfaqueada na zona das costas, do pescoço e do peito. O caso aconteceu no dia 14 de janeiro de 2017.

CM

This website uses cookies.