X

Governo da província de Tete obriga funcionários com cargos de chefia a apresentarem declaração de bens

O Ministério Público na província de Tete, fixa prazo até 1 de Abril próximo para os funcionários públicos que exercem cargos de direcção e chefia, apresentarem a declaração de bens.

A Procuradoria provincial ameaça penalizar a quem não apresentar a declaração de bens e seus rendimentos, dentro do referido prazo.

A medida vai abranger a todos os funcionários que exercem cargos relevantes no sistema de administração pública, que sonegam a lei de Probidade Pública.

A garantia foi dada pelo procurador chefe-provincial, na cerimónia de abertura do ano judicial, na presença do Governador da província de Tete e outros membros do executivo.

Jorge Tivane explicou que reina no seio de alguns servidores públicos uma relutância no cumprimento da lei de Probidade pública e afirma que a lista será anunciada nos próximos dias. (RM Tete)

Este site usa cookies