Ultimate magazine theme for WordPress.

Justiça sul-africana adia decisão do caso Manuel Chang para o dia 18 de Janeiro

Tribunal de Kempton Park em Joanesburgo, adiou para o dia 18 do mês em curso sobre o futuro do ex-ministro das Finanças Manuel Chang.

A decisão surge no âmbito do pedido apresentado pelos advogados de defesa, que não concordam que este caso seja classificado na 5ª secção do sistema de justiça sul-africana.

Com efeito, o Ministério Público daquele país decidiu manter o caso no quinto escalão, em vez de “descer” para casos comuns, conforme a solicitação dos advogados do arguido, que alegam ser complicado resolver o caso neste escalão.

Por sua vez, a defesa não concorda e, igualmente, continua a apelar ao pagamento da caução, para que o seu constituinte possa responder o caso em liberdade.

A procuradora Elivera Dreyer explicou à imprensa que, neste momento, não existe nenhum pedido americano para a extradição de Manuel Chang, contudo, ao abrigo do tratado entre os Estados Unidos e a África do Sul, está previsto que o arguido possa ser enviado para EUA, caso a justiça daquele país apresentar esse pedido.

(Jornal Noticias)