Ultimate magazine theme for WordPress.

Ensino geral em moçambique passa contar com professores formados em linguagem gestual

Os ensinos primário e secundário gerais passam, desde este ano, a contar com professores formados em linguagem gestual em todo país, avançou hoje a porta-voz do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH).

“Em linhas gerais é um processo que visa basicamente a inclusão”, disse à Lusa Samira Tovela, porta-voz do MINEDH.

Para o efeito, institutos de formação de professores em todo o país estão a formar os docentes na matéria, como forma de melhorar o processo de ensino e aprendizagem.

O Governo moçambicano vai acomodar os alunos com necessidades educativas especiais de acordo com a sua tipologia.

O ministério elaborou um currículo que vai passar a incluir conteúdos relacionados a atendimento a alunos com necessidades especiais nas diferentes tipologias, acrescentou a fonte.

As escolas regulares vão acomodar alunos com “necessidades especiais não severas” e os alunos com as “necessidades especiais severas” vão continuar nas escolas especiais.

O sistema de educação moçambicano conta com 100 mil alunos com necessidades especiais, segundo dados oficiais.

LUSA