X

Detetados sinais de rádio de uma galáxia a 1,5 biliões de anos luz

Um grupo de cientistas pertencente ao Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment (CHIME) sediado em British Columbia no Canadá identificou a emissão de sinais de rádio repetidos a partir de uma galáxia localizada a 1,5 biliões de anos-luz. Quanto ao que pode estar na origem destes sinais de rádio, permanece em mistério absoluto.

Apesar disso, as teorias são numerosas e vão desde a explosão de estrelas até atividade alienígena. O que os cientistas sabem, todavia, é que esta é a segunda vez que são identificados estes sinais de rádio, o que significa que há “uma população substancial” destes sinais que podem ser identificados, escrevem os investigadores na revista Nature.

Por enquanto os cientistas responsáveis pela identificação analisaram as frequências de rádio e notaram que a fonte consegue produzir ondas com amplitude de frequência diferente. Daqui para a frente é esperado que a equipa ajuste os instrumentos de modo a conseguir detetar frequências mais baixas.

Este site usa cookies