Moznews.co.mz

Homens que não escovam os dentes tem uma maior probabilidade de sofrerem de disfunção erétil

Um novo estudo sugere que os indivíduos com uma pobre higiene oral apresentam o triplo do risco de impotência.

Segundo a pesquisa, uma má higiene bocal leva frequentemente ao aparecimento de doença das gengivas ou gengivite, aumentando dessa forma a probabilidade dos homens virem a sofrer de disfunção erétil.

Estima-se que mais de uma em cinco pessoas sofram da condição, que provoca o sangramento das gengivas e mau hálito.

Podendo ainda causar a perda de dentes, quando não é tratada.

Uma equipa de investigadores da Universidade Jinan, na China, analisou a relação entre a dentição e a performance sexual em 213,076 homens.

Os cientistas apuraram que os indivíduos afetados por gengivite apresentavam uma probabilidade 2,85 mais elevada de serem igualmente afetados por disfunção erétil.

Crê-se que a doença das gengivas contribua para a redução de hormonas sexuais como a testosterona e para o aumento da inflamação do organismo.

Tal como a impotência, foi também associada ao funcionamento deficitário dos vasos sanguíneos.

O líder do estudo, o professor Xincai Zhou, disse: “A higiene dentária deve ser uma preocupação dos clínicos que tratam pacientes com disfunção erétil”.

A gengivite é provocada pela acumulação de placa nos dentes.

Fumadores, indivíduos que bebem em excesso e que sofrem de pressão alta correm um maior risco de sofrer de gengivite e de impotência.

O novo estudo foi publicado no periódico científico Journal of Sexual Medicine.

(Noticias ao minuto)