Ultimate magazine theme for WordPress.

Homens que não escovam os dentes tem uma maior probabilidade de sofrerem de disfunção erétil

Um novo estudo sugere que os indivíduos com uma pobre higiene oral apresentam o triplo do risco de impotência.

Segundo a pesquisa, uma má higiene bocal leva frequentemente ao aparecimento de doença das gengivas ou gengivite, aumentando dessa forma a probabilidade dos homens virem a sofrer de disfunção erétil.

Estima-se que mais de uma em cinco pessoas sofram da condição, que provoca o sangramento das gengivas e mau hálito.

Podendo ainda causar a perda de dentes, quando não é tratada.

Uma equipa de investigadores da Universidade Jinan, na China, analisou a relação entre a dentição e a performance sexual em 213,076 homens.

Os cientistas apuraram que os indivíduos afetados por gengivite apresentavam uma probabilidade 2,85 mais elevada de serem igualmente afetados por disfunção erétil.

Crê-se que a doença das gengivas contribua para a redução de hormonas sexuais como a testosterona e para o aumento da inflamação do organismo.

Tal como a impotência, foi também associada ao funcionamento deficitário dos vasos sanguíneos.

O líder do estudo, o professor Xincai Zhou, disse: “A higiene dentária deve ser uma preocupação dos clínicos que tratam pacientes com disfunção erétil”.

A gengivite é provocada pela acumulação de placa nos dentes.

Fumadores, indivíduos que bebem em excesso e que sofrem de pressão alta correm um maior risco de sofrer de gengivite e de impotência.

O novo estudo foi publicado no periódico científico Journal of Sexual Medicine.

(Noticias ao minuto)