X

Governo do Gabão trava tentativa de golpe de Estado

O Governo do Gabão anunciou ter detido nesta segunda-feira, 7, vários militares que horas antes tinham declarado um golpe de Estado para “restaurar a democracia” no país.

O porta-voz do Executivo, Guy-Bertrand Mapangou, disse a várias agências de notícias que quatro dos cinco policiais que haviam assumido a rádio estatal na capital Libreville foram presos, enquanto o quinto está em fuga.

Uma fonte militar, sob anonimato, adiantou que os autores intelectuais da tentativa de golpe ainda não foram presos.

O anúncio do golpe de Estado foi lido por um militar que se identificou como tenente Obiang Ondo Kelly, comandante da Guarda Republicana e presidente do Movimento Patriótico, acompanhado de outros dois homens armados e com boinas verdes.

Ele disse que Movimento Patriótico preservaria a integridade da nação.

Momentos depois, cerca de 300 pessoas juntaram-se do lado de fora da rádio em apoio ao golpe de Estado, mas soldados leais ao Governo dispararam para dispersar o grupo e helicópteros tomaram conta dos céus de Libreville.

Entretanto, com o anúncio do Governo da retomada do controlo, a situação é aparentemente calma.

O Presidente do Gabão, Ali Bongo Ondimba, no poder desde 2009, está fora do país desde Outubro por motivo de doença.

Há informações de diversas fontes de que ele terá sofrido um derrame cerebral, o que o Governo tem vindo a negar.

VOA

Este site usa cookies