Moznews.co.mz

Grupo armado mata mais cinco civis no Norte de Moçambique

Mais cinco civis, dentre eles duas crianças, foram assassinados na província de Cabo Delgado, no Norte de Moçambique, no passado sábado(31) em dois ataques atribuídos ao grupo de insurgentes apelidado de “Al Shabaab”.

O primeiro ataque, de acordo com o jornal Mediafax, aconteceu cerca das 12 horas na aldeia de Machava, no distrito de Nangade. As vítimas foram um funcionário da administração local, que na altura conduzia um tractor que foi incendiado, e ainda um outro cidadão adulto e os seus dois filhos menores de idade.

Na noite do mesmo dia os insurgentes atacaram outra povoação do mesmo distrito, a aldeia 5º Congresso, onde depararam-se com a resistência de cidadãos locais a quem as Forças de Defesa e Segurança de Moçambique atribuíram armas de fogo. Dois dos resistentes ficaram feridos no confronto tendo um deles acabado por perder a vida no Hospital distrital de Mueda. Os atacantes incendiaram mais de quatro dezenas de habitações.

Entretanto deve retomar esta semana o julgamento de 189 detidos e indiciados pelo primeiro ataque dos insurgentes que aconteceu na município da Mocímboa da Praia em Outubro de 2017.

Desde então foram contabilizados, pelo Mediafax, 288 vítimas mortais desta insurgência que teve início em Outubro de 2017 dentre os quais 148 civis, 78 membros das Forças de Defesa e Segurança de Moçambique e 62 membros do grupo chamado pelas populações locais por “Al Shabab” por ser composto por jovens.”

Por: Jornal @verdade