Novo supervírus poderá deixar três mil mulheres inférteis por ano

Um novo super vírus sexualmente transmissível será responsável por provocar a infertilidade de três mil mulheres por ano, a não ser que seja apropriada e ativamente combatido, avisam os especialistas.

O vírus MG estará a ser incorretamente diagnosticado devido à falta de kits de teste, alertam os médicos, e teme-se que haja uma ‘explosão’ da infeção entre os próximos cinco a dez anos.

Atualmente, o Mycoplasma genitalium afeta entre uma a 100 pessoas e se não for tratado pode provocar o desenvolvimento da doença pélvica inflamatória (DIP), que causa infertilidade nas mulheres.

Paddy Horner, porta voz da Associação Britânica para a Saúde Sexual (BASHH), disse em declarações ao The Telegraph: “Não é possível continuarmos com a mesma abordagem dos últimos 15 anos, tal irá indubitavelmente resultar numa emergência de saúde pública, talvez até numa epidemia deste super vírus”.

Noticias ao minuto