Moznews.co.mz

Árbitro queniano banido pela CAF por aceitar suborno

Marwa Range, árbitro queniano que esteve seleccionado para marcar presença no Mundial de futebol na Rússia, foi admoestado pela Confederação Africana de Futebol com uma sanção para a vida.

Em causa está o facto de o juiz de campo ter aceitado um suborno, de um jornalista que se apresentou disfarçado, de cerca de 5000 mil euros, sendo que a conversa entre ambos foi registada em áudio e posteriormente divulgada.

Sem esclarecer o pedido feito para aceitar a contra-partida monetária, a CAF explicou que Range não voltará a apitar uma partida oficial.

Relembre-se que este caso é apenas mais um no futebol africano, sendo que a investigação em causa já resultou na demissão do vice-presidente da CAR, Kwesi Nyantakyi, acusado de corrupção, mas também na investigação da conduta de 22 árbitros.

Folha de Maputo