Ultimate magazine theme for WordPress.

Ataques armados provocam fome em Cabo Delgado

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

A população da localidade de Naunde, distrito de Macomia, na província de Cabo Delgado, está a passar situações de fome e actualmente sobrevive de mandioca, por falta de comida que foi saqueada durante os ataques armados registados a 4 de Junho último.

A fome está afectar cerca de cinco mil habitantes da aldeia Naunde, mas a situação é considerada grave, para as famílias que perderam quase tudo, durante o assalto protagonizado pelo suposto grupo terrorista.

Segundo apurou a nossa reportagem, muitas machambas da localidade ainda têm produção da última campanha agrícola, no entanto, a população diz que não vai a colheita, devido ao medo dos atacantes, que supostamente andam escondidos nas matas.

“Estamos a passar mal de fome aqui em Naunde. E agora não sabemos se ainda existe produtos nas machambas porque desde que sofremos ataques, ninguém se atreve a enfrentar as matas”, disse Omar Pira, habitante de Naunde.

Entretanto, para minimizar a fome, a comunidade Islâmica de Moçambique, doou cerca de 20 toneladas de produtos alimentares as 164 famílias que para além de comida, perderam as suas casas.

Sete mortos, 164 casas queimadas e vários bens da população saqueados, foi o resultado dos ataques armados registados na aldeia Naunde, na fatídica noite do dia 4 de Junho.

OPAIS