Moznews.co.mz

Máquina com capacidade de transformar água negra e salgada em potável

UMA máquina com capacidade de transformar água negra e salgada em potável foi apresentada há dias na cidade de Maputo, como forma de responder aos desafios da escassez deste precioso líquido para o consumo humano e de animais.

A Quick, entidade que produziu e apresentou a máquina, indicouànossa Reportagemque o equipamento tem capacidade para 1200 litros de água, podendo purificá-la em osmose inversa, através de um filtro ultravioleta.

A máquina dispensadora de água possui também capacidade pararefrigeração até 100litros por hora.

O engenho, produzido no país, é composto por duas torneiras para o enchimento de galões de 20litros, holofote para iluminação nocturna, seis painéis de 100 Watts cada, um aerogerador de 400w e seis baterias de 100 amperes, podendo ser colocado em qualquer local e montado em menos de meia hora.

“O dispensador vem com um contador, podendo controlar os gastos à distância, com auxílio de um celular ou computador com capacidade para a instalação do sistema de controlo”, explicouPaulo Macedo, fundador e administrador daQuick, Água, Higiene e Conforto.

Salientou que o abastecimento de água potável ainda é muito baixo no país, situando-se em 49 porcento, com uma grande disparidade entre a cobertura urbana, 80 porcento, e rural, 35 porcento.

Paulo Macedo diz conhecer a realidade do povo moçambicano, por ter vivido privações quando trabalhou num projecto na província de Nampula. A escassez de fontes fez com que ele pensasse numa solução para minimizar o problema e, entre os vários esboços, surgiu o do dispensador.

“Este engenho foi pensadopara duas vertentes distintas: a social e a empresarial. Na vertente social permitiráfornecer águae energia solar numa aldeia com300 famílias, permitindoque elas bebam água frescaepotável, melhorando a saúde e tornando o ambiente mais limpo”, acrescentou.

Segundo Paulo Semedo, trata-se de uma inovação amiga do ambiente, pois, possui quatro torneiras tipo bebedouro para que se possa beber água directamente da máquina,evitando custos adicionais.

“O dispensador tem a função de purificar o precioso líquido, sendo que consegue transformar a água salobre dos esgotos e outras fontes inadequadas em potável. O nosso engenho pode ser instalado num furo, ao pé de um rio e em outro lugar que pode ter uma fonte de água”, referiu.

A Quick vende equipamentos, produtos de higiene e a água nos garrafões de 20 litros. Estápresente em Maputo, Beira, Nampula, Nacala, Pemba, Palma, Tete e Quelimane.

Jornal Noticias