Empregada tratada como escrava chegou a ficar uma semana sem comer

Uma empresária do Rio de Janeiro foi denunciada pelo Ministério Público Federal por ter forçado a empregada a trabalhar sob condições semelhantes à escravidão.

Segundo o G1, a empresária chegou a trancar a empregada, quando esta estava doente, numa das divisões do apartamento durante uma semana sem alimentação. De acordo com testemunhas neste processo, a empresária argumentou que se a mulher não podia trabalhar, também não podia receber o salário ou comer.

A empresária obrigava a mulher a trabalhar das 7h da manhã até à meia-noite e insultava-a constantemente, assim como a outra que também trabalhava para ela.

A empregada também não tinha direito a qualquer folga semanal.

O Ministério Público Federal adianta ainda que a empresária chegou a ameaçar contratar alguém para a agredir ou até matar.

Noticias ao minuto