Homem mata mulher porque riu do tamanho pequeno do seu pénis

Marina Kovalenko, de 29 anos, foi estrangulada até à morte porque um homem de 25 anos se sentiu “humilhado” por um comentário feito pela mesma em relação ao seu órgão sexual. A admissão foi feita pelo próprio às autoridades, diz o Metro.

Marina, mãe de três filhos, encontrou-se com o homem, não identificado, num café em Volgograd, na Rússia, e acabaram por se envolver sexualmente no mesmo dia num espaço alugado pelo agressor.

“Depois [do ato], a mulher riu do seu amante por causa do tamanho pequeno do pénis dele”, indicou um porta-voz da polícia. O homicida justificou, posteriormente, que a chacota o fez perder a cabeça.

“Ele estrangulou a mulher e depois levou o corpo para uma floresta, onde o enterrou”, acrescentou.




Foram os amigos da mulher que deram o alerta para o seu desaparecimento, tendo as autoridades depois seguido os últimos passos da mesma. Imagens de videovigilância mostraram que os dois tinham entrado no espaço alugado pelo homem e que a mulher não tinham saído de lá viva.

O homem enfrenta agora uma pena de prisão que poderá chegar aos 15 anos.

Noticias ao minuto