Bebé nasce quatro anos depois da morte dos pais na China

Um bebé nasceu quatro anos depois da morte dos pais com recurso a uma barriga de aluguer, na China.

O jovem casal, Shen Jie e Liu Xi, submeteu-se a um tratamento de fertilidade tendo sido congelado vários embriões num hospital de Nanquim. Ninguém esperava este desfecho, mas em março de 2013, o casal sofreu um acidente de carro e morreu.

Foi ai que a luta dos avós do bebé começou. Tinham os embriões e a autorização para a sua utilização, mas faltava-lhes a barriga de aluguer que não é permitida na China.




Decidiram então contactar uma mulher de 27 anos que reside em Laos, um país asiático que faz fronteira com a china. Fizeram a proposta à qual a mulher aceitou.

Mas surgiu outro problema. Como transportar os embriões para Laos? As companhias aéreas não se disponibilizaram para fazer o transporte com garrafa térmica e por isso, os avós tiveram de transporta-los de carro. O bebé, de nome Tiantian (que significa doce em mandarim) nasceu em dezembro na China, para onde a grávida viajou com o visto de turista.