Moznews.co.mz

Paralisada embarcação na travessia Maputo-Ka Tembe

Centenas de pessoas tiveram, hoje, dificuldades de fazer a travessia entre Maputo e Ka Tembe. Um cenário que se repete, muitas vezes, já que, há cerca de seis meses, que os trabalhadores queixam-se de atrasos no pagamento de salários.

O facto é que os trabalhadores voltaram a paralisar actividades, impedindo a circulação da principal embarcação denominada Mpfumo, em protesto contra a demora no pagamento de salário de seis meses, bónus e revisão dos honorários.

A situação deixou vários passageiros agastados, na medida em que as suas agendas ficaram comprometidas.




Horas depois da paralisação, o Secretário Permanente do Ministério dos Transportes e Comunicações tentou convencer os trabalhadores a voltarem as suas actividades, alegando que o pagamento seria para breve ou seja assim que o funcionário responsável pelo processo voltar da China, país onde está a trabalho.

A justificação não agradou os grevistas que prometeram continuar com a paralisação da embarcação que está sob gestão da empresa Transmarítima.

O PAIS