Pastor de igreja é acusado de violar menina de 13 anos

Douglas Rivera, pastor numa igreja cristã, nos Estados Unidos é acusado de violar uma menina chinesa de 13 anos em frente a uma amiga.

Segundo os investigadores, Douglas percorria o parque de estacionamento do hotel até reparar nas meninas chinesas, de 10 e 13 anos, no interior de uma das habitações. O homem estacionou o automóvel de frente para a janela e masturbou-se enquanto observava as menores.




De seguida, fingiu falar ao telemóvel no exterior do hotel durante 30 minutos para ter a certeza que as jovens estavam sozinhas. Após a confirmação, bateu à porta do quarto das raparigas que abriram ao pensar ser o serviço de quartos. O homem violou a menina mais velha e fugiu do local na carrinha.

Durante a fuga, o pastor partilhou um vídeo no Instagram onde afirmou estar a ser vítima de perseguição. “Estava no sitio errado à hora errada”, afirma o alegado violador. O homem foi solto após o pagamento da fiança no valor de 28 mil dólares (aproximadamente 23 mil euros).

CM

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.