Moznews.co.mz

Tomate pode ajudar a preservar o coração de ex-fumadores diz Estudo

Uma das formas mais assertivas de saber se alguém está ‘perto’ de morrer é a pela respiração. Quanto pior for a função pulmonar, mais próxima, em média, está a pessoa dos seus últimos dias. Quem fuma, por norma, corre o risco de acelerar (ainda mais) esse processo.

A novidade, que está num estudo recente publicado na revista científica European Respiratory Journal, é que é possível, apenas com uma boa dieta, desacelerar essa perda progressiva da função respiratória, que costuma acontecer a partir dos 30 anos. Neste caso, por ‘boa dieta’ entende-se aquela que inclui três porções de frutas frescas e/ou dois tomates ao dia.

O estudo, feito com 680 pacientes europeus ao longo de dez anos, avaliou o desempenho de cada um dos participantes num teste de espirometria, que analisa tanto o volume de que uma pessoa consegue inspirar e expirar, como também a velocidade com que esses movimentos são executados. O consumo de frutas foi investigado a partir das respostas a questionários de frequência alimentar

A conclusão do estudo é que todos podem tirar vantagem de uma dieta rica em frutas como a banana, a maçã e, especialmente, o tomate. Mas o efeito pulmonar é particularmente evidente em ex-fumadores, apontam os cientistas.

“É possível que o dano causado pelo fumo seja atenuado ou reparado graças ao consumo regular de frutas”, disse a investigadora e mentora do estudo Vanessa Garcia Larsen, da Universidade Johns Hopkins.

“A dieta pode ser uma maneira de combater problemas de saúde em alta, como a DPOC [doença pulmonar obstrutiva crónica].”

Noticias ao minuto