O Teu portal online

Criminalidade em alta, na província de Sofala. E os bandidos já não escolhem.

34

E nas instituições de administração da justiça, falta quase tudo: recursos humanos, meios materiais e transporte. Nem viatura para transportar prisioneiros existe.
Criminalidade em alta, na província central moçambicana de Sofala. E os bandidos já não escolhem. É como diz o velho ditado: ”tudo que cai na rede, é peixe”.

E, segundo Ana Paula Muanheue, Juíza Presidente do Tribunal Judicial de Sofala, aconteceu várias vezes, e em diversas instituições ligadas à administração da justiça.

Criminosos destemidos. Assaltam instituições, e nem as residências dos magistrados e até de agentes da Polícia da República de Moçambique são poupadas.




E, para a Juíza Presidente do Tribunal Judicial de Sofala, Ana Paula Muanheue, o que é preocupante é saber que, em quase todos os casos, os que praticam os crimes são jovens e muitos deles cadastrados reincidentes.

E, em relação às instituições de administração da justiça, falta quase tudo: recursos humanos, meios materiais e transporte. Nem viatura para transportar prisioneiros existe.

Outro problema: Salas de julgamento. São poucas.

Por:VOA

Loading...

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.