Ultimate magazine theme for WordPress.

Consumir álcool na gravidez aumenta o risco de a criança desenvolver deficiências físicas, mentais

Partilha Esta Noticia com os Seus Amigos

Estudo estima que por todo o mundo oito em cada mil bebés que nascem com Síndrome Alcoólica Fetal (SAF). Revela ainda que uma em cada 13 mulheres que consumiram álcool durante a gravidez dá à luz um bebé com distúrbios do espectro da Síndrome Alcoólica Fetal (SAF).



Esta síndrome aumenta o risco de a criança desenvolver deficiências físicas, mentais, comportamentais ou de aprendizagem.

Para o estudo, publicada na revista JAMA Pediatrics, a equipa de investigadores analisou a prevalência – ou a frequência com que os bebés nascem com SAF – em crianças desde o nascimento até ais 16 anos de idade em 187 países.

Como reporta o Indian Express, apesar de a região europeia é a que mostra níveis mais altos, com cerca de 20 casos de SAF por cada mil crianças, o leste da região mediterrânea mostrou ter a menor prevalência.

Loading…

Nos Estados Unidos da América há 15 casos de SAF por cada mil crianças, enquanto no Canadá há oito casos por cada mil crianças. Em 76 países, mais de uma em cada 100 pessoas jovens tinha SAF.

Os especialistas revelam que é preciso prevenir o consumo de álcool durante a gravidez e que também é necessário identificar as crianças com SAF e encaminhá-las para os cuidados de que elas vão precisar ao longo da vida.

Noticias ao minuto

Loading…

Loading...
moznews.co.mz