Moznews.co.mz

Moçambique: Ex-ministro julgado por abuso de funções e remunerações indevida

Um antigo ministro da Justiça de Moçambique, Abduremane Lino de Almeida, vai ser julgado por crimes de abuso de funções e pagamento de remunerações indevidas, anunciou hoje o jornal diário Notícias.







De acordo com fontes citadas pela publicação, o Tribunal Judicial Kampfumo, na cidade de Maputo, marcou o julgamento do antigo governante para 31 de maio.

Lino de Almeida é acusado pelo Gabinete Central de Combate à Corrupção (GCCC) de pagamento, através de erário público, a três pessoas que não tinham nenhum vínculo com Estado, no âmbito de uma visita de 21 dias a Meca para participar numa cerimónia religiosa.




De acordo com o GCCC, o valor total ascende aos 780 mil meticais (52 mil euros).

Abduremane Lino de Almeida deixou o cargo de ministro da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos em março de 2016, um ano após a investidura do governo de Filipe Nyusi, na sequência da sua vitória nas eleições gerais de outubro de 2014.

Na altura da sua exoneração, segundo fontes do Notícias

Por:LUSA