Ultimate magazine theme for WordPress.

Uma das 200 raparigas raptadas pelo Boko Haram recusa ser libertada

Uma das 200 adolescentes nigerianas de Chibok, raptadas pelo grupo radical Boko Haram, recusou ser libertada numa troca de prisioneiros com o grupo ‘jihadista’ nigeriano.







De acordo com o porta-voz da Presidência nigeriana, uma das 276 estudantes de liceu raptadas em Chibok, nordeste do país, em 2014 “disse não”: “Estou bem onde estou. Estou casada”.

Depois de mais esta libertação — 21 adolescentes foram trocadas em outubro; 3 foram encontradas pelo exército nigeriano e 57 conseguiram escapar — o Boko Haram mantém cativas ou sob o seu controlo 113 raparigas.




As jovens agora devolvidas “não todas originárias da cidade de Chibok, mas também de aldeias nos arredores”, indicou a mesma fonte.

Por:LUSA




Loading...