Sinais de pré-diabetes aos quais deve prestar atenção.D

A pré-Diabetes é a condição que antecede um possível diagnóstico de Diabetes. Na prática, acontece quando uma pessoa os níveis de açúcar no sangue elevados, mas não ao ponto de ser diagnosticado com Diabetes tipo 2.

Tal como explicámos aqui, para que seja dado um diagnóstico de pré-Diabetes, os valores de glicemia em jejum devem estar entre os 100 e os 125 mg/dl de sangue, sendo que o paciente passa a ser considerado diabético quando a glicemia no sangue excede os 126 mg/dl.

Segundo a Prevention, são seis os principais e aqueles que jamais devem ser desvalorizados. São eles a comichão, pele seca e/ou escamada, gota (um tipo de artrite que se forma quando o ácido úrico se acumula no corpo e forma cristais nas articulações), queda de cabelo e fadiga extrema.

Todos estes sintomas podem surgir não só por culpa dos picos de glicose no sangue, como também pela resistência à insulina e pela forte ligação que há entre a diabetes e o excesso de peso, sendo este último fator um dos que mais desencadeia o aparecimento de gota.

Quando estes sintomas aparecem de forma isolada ou em conjunto, a visita ao médico é fundamental, visto que o diagnóstico de pré-Diabates apenas ocorre quando é feita uma análise sanguínea e avaliado o estilo de vida e tipo de alimentação. Sim, existem alimentos que favorecem o aparecimento da doença e outros que podem mesmo travar ou atenuar as consequências a ela associadas.

Além disso, é importante não esquecer um outro fator determinante para o aparecimento da doença: a obesidade. O excesso de peso e/ou a incapacidade de emagrecer deve ainda constar no leque de sinais a avaliar.