O Teu portal online

MOÇAMBICANOS NO ESTRANGEIRO: Dominguez conquista MTN CUP

61

O BIDVEST Wits, de Dominguez, conquistou na tarde de sábado a prestigiada MTN Cup, na África do Sul, em futebol, ao derrotar o campeão Mamelodi Sundowns, no Mbombela Stadium, por 3-0.

Com o triunfo, a equipa de Dominguez e companhia encaixou um prémio monetário de oito milhões de randes.




Dominguez foi muito influente na manobra da equipa, apesar de não ter marcado, esteve no lance do segundo golo, além de ter ajudado o conjunto a criar um caudal ofensivo que sufocou o adversário ao longo dos 90 minutos.

Com este triunfo, o técnico Gavin Hunt, na equipa há cerca de quatro anos, está a cumprir um dos seus planos, que consiste em construir uma equipa que esteja entre as melhores da Liga sul-africana e que, sobretudo, justifique o seu crescimento com a conquista de títulos, que fogem do clube desde 2010.

Para chegar à final, o Bidvest Wits eliminou o Orlando Pirates por 2-1, nos quartos-de-final, seguindo-se depois uma vitória sobre o Cape Town City, por 3-0, com um dos golos a ser apontado por Dominguez, que renovou por mais uma época.

Esta é a primeira vez que o clube conquista a competição, que é disputada pelas oito melhores equipas da PSL desde 1972, altura em que era designada BP Top 8 Cup, até 2002. De 2003 a 2007 passou a designar-se SAA Super 8 Cup, pelo que a MTN patrocina a competição desde 2008 até hoje. Por outro lado, importa referir que a prova teve um interregno de três anos (1997, 1998 e 1999).

O Kaizer Chiefs é o maior vencedor, com nove títulos.

A restante “legião” estrangeira de Moçambique teve, de uma forma geral, resultados positivos. Na China, o Tianjin Teda, de Zainadine Jr., goleou o Chanchun Yatai por 4-0, passando a somar 30 pontos, na 13.ª posição, num campeonato de 16 equipas, o que abre caminhos para a manutenção na prova (descem duas equipas) quando faltam apenas quatro jornadas para o fim.

Na França, o Rennes, de Mexer, bateu o Guingamp por 1-0, saindo do 11.º para nono lugar com 13 pontos, ao cabo de oito jornadas.




Em Portugal, caiu a única nódoa, pois o Nacional da Madeira, de Witi e Geraldo, foi goleado na recepção ao FC Porto por 0-4. Este resultado deixa a equipa madeirense numa situação cada vez mais incómoda (15.º, com seis pontos).

Na Grécia, o Panetolikos, de Clésio, não foi para além de um nulo na deslocação ao reduto de Platanias. Com efeito, soma cinco pontos, na nona posição, ao cabo de quatro rondas.

Fonte:Jornal Noticias

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.