Três dos sete aviões das Linhas Aéreas de Moçambique estão avariados.mz

45

Os técnicos estão no terreno a trabalhar e logo que recebermos as peças vamos pôr as aeronaves a voar. Dentro de dois a três dias, teremos o material necessário e garantimos que os aviões voltam a operar”, disse o diretor-técnico da LAM, Pascoal Bernardo, citado hoje pelo Notícias, o principal diário moçambicano.




Por seu turno, a vice-ministra dos Transportes e Comunicações de Moçambique, Manuela Rebelo, que visitou a sede da companhia em Maputo, na sequência de constantes notícias sobre problemas operacionais da transportadora, assegurou que a situação será ultrapassada.

“A LAM tem sido alvo de várias críticas devido aos problemas que está a atravessar, daí termos decidido visitar a empresa para procurarmos soluções”, disse Rebelo.

Atrasos e adiamentos de voos têm sido uma constante na transportadora aérea moçambicana, que justifica a situação com problemas operativos.

A LAM está interdita há vários anos de voar no espaço europeu, devido ao incumprimento de requisitos exigidos para o efeito, nomeadamente os relacionados com a segurança.

Fonte:LUSA/Noticias ao minuto 




você pode gostar também Mais do autor

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.