MOZ NEWS


PÉNIS CIRCUNCIDADO VS. NÃO CIRCUNCIDADO: QUAL O MELHOR?

PÉNIS CIRCUNCIDADO VS. NÃO CIRCUNCIDADO: QUAL O MELHOR?
janeiro 07
10:48 2017

A circuncisão é um procedimento cirúrgico no qual se remove o prepúcio, a pele que recobre a glande (cabeça do pênis).

O que é o prepúcio?

O prepúcio é aquela camada de pele retrátil que recobre e protege a glande, conhecida popularmente como cabeça do pênis. Apresenta duas faces, a externa composta de pele comum, e a interna, virada para a glande, que é uma mucosa responsável por manter o pênis hidratado e protegido contra agressões do meio externo.




BENEFÍCIOS DA CIRCUNCISÃO

A circuncisão, quando feita na infância, apresenta alguns benefícios, entre eles, podemos citar:

a) Redução das infecções urinárias (leia:INFECÇÃO URINÁRIA | CISTITE | Sintomas e Tratamento)
A infecção urinária em homens é incomum, porém, ocorre mais frequentemente em crianças não circuncidadas devido ao favorecimento do crescimento de bactérias nas secreções armazenadas no prepúcio.

b) Redução das infecções do pênis
A balanite (infecção da glande) e a postite (infecção do prepúcio) também ocorrem menos frequentemente em crianças circuncidadas.

c) Redução do câncer peniano e do câncer do colo do útero nas parceiras
Homens circuncidados apresentam menor risco de terem câncer peniano. Todavia, é bom destacar que esta doença também é rara em não circuncidados (cerca de 1 caso a cada 100.000 pessoas). Este beneficio só existe quando a circuncisão é feita ainda na infância. Homens circuncidados após a adolescência não apresentam taxas de menores de câncer peniano.




Além da redução do câncer peniano, parceiras de homens circuncidados, que não apresentam histórico de promiscuidade, apresentam menor taxa de câncer do colo do útero. A explicação parece estar no fato de homens não circuncidados terem maior risco de contaminação e transmissão do HPV.

d) Redução de DST e HIV
Além do HPV, homens circuncidados apresentam uma menor taxa de contaminação por outras DST, nomeadamente tricomoníase (leia:TRICOMONÍASE | Sintomas e tratamento) e HIV
Curiosamente, a circuncisão não apresenta evidencias de proteção contra a gonorreia

RISCOS DA CIRCUNCISÃO
A circuncisão é um procedimento cirúrgico que, como tal, possui riscos. Todavia, a cirurgia é rápida e simples (dura cerca de 10 minutos) e apresenta taxas de complicações cirúrgicas abaixo de 0,5%. As complicações mais comuns são sangramentos, infecções e insatisfação com o resultado estético.

Satisfação sexual após circuncisão

A mucosa do prepúcio é muito inervada e contribui para o prazer no ato sexual. Um dos argumentos contra a circuncisão sem indicação médica é o risco de redução da sensibilidade do pênis. Todavia, apesar da lógica por trás desta teoria, o fato é que, na prática, homens circuncidados não apresentam uma satisfação menor com suas vidas sexuais.




Mesmo em homens que se submeteram à circuncisão somente quando adultos e com vida sexual já ativa, não há provas contundentes de que haja mudanças da qualidade da vida sexual dos mesmos. Existem relatos pessoais de diminuição da sensibilidade, porém, existem também trabalhos científicos com grandes grupos, que mostram ausência de alterações na qualidade do sexo. É um tema polêmico.




Share

Sobre o autor

donaldo jalane

donaldo jalane

Nossa página do facebook

Desporto Internacional

SIGA NOSSO BLOG POR E-MAIL

Digite seu endereço de email para receber novos artigos no seu endereço eletrónico
Name
Email *