Três membros da Renamo sequestrados em Manica

1

Três membros da Renamo, incluindo um dirigente local continuam desaparecidos desde que foram raptados há duas semanas na província moçambicana de Manica.




A revelação é do presidente provincial da Liga da Juventude da Renamo em Manica, Caetano Augusto, que classificou a situação político-militar da província de “caótica”.

Augusto reiterou que um financeiro local e um membro foram raptados em Tambara, distrito a norte de Manica e um terceiro elemento em Messica.

“A situação politico-militar está pessima ou caótica em Manica”, avaliou Caetano Augusto, também membro da mesa na Assembleia Provincial de Manica, detalhando que todas as vítimas foram retiradas do interior das suas casas, uma dos quais era um esconderijo.

Os primeiros dois raptos em Tambara ocorreram entre 4 e 9 de Dezembro e o terceiro a 13, estando as vitimas em parte ainda desconhecida, disse Caetano Augusto, que atribuiu o acto aos esquadrões da morte.

Augusto disse que a perseguição contra membros da oposição Renamo em Manica ganhou novos contornos nos últimos tempos, apesar de muitos estarem a dormir em esconderijos e matas para evitarem sequestros e assassinatos.

Aquele responsável revelou ainda que vários eleitos do partido na Assembleia Provincial de Manica já não participam nas sessões por receio de morte e muitos estão deslocados dos seus círculos eleitorais em busca de refúgios.

A Polícia ainda não se pronunciou sobre os incidentes

Fonte:VOA




você pode gostar também Mais do autor

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.