MOZ NEWS


Quando beber muita água pode ser prejudicial à saúde

Quando beber muita água pode ser prejudicial à saúde
dezembro 13
23:24 2016

Médicos britânicos relatam caso de mulher que sofreu de hiponatremia depois de ingerir litros do líquido para tentar curar uma infecção urinária.

A recomendação dos médicos para quem está doente é clara: descanso e beber muito líquido.




Mas, recentemente, médicos do Reino Unido começaram a destacar a importância de explicar exatamente quanta água precisamos beber quando não nos sentimos bem.
A advertência veio dos médicos do King’s College, de Londres.
Eles trataram de uma mulher de 59 anos que estava sofrendo de hiponatremia depois de ingerir uma quantidade excessiva de água para tentar curar uma infecção urinária.

A hiponatremia ocorre quando o nível de sódio, elemento que ajuda a controlar a quantidade de água nas células no sangue, fica abaixo do normal.
Entre os sintomas estão náusea, vômitos e dor de cabeça. O paciente também pode apresentar confusão mental e até convulsões. Em casos mais graves, a pessoa pode morrer.

O problema geralmente é observado em pessoas que praticam esportes de resistência, como maratonas, ou pessoas que consomem a droga ecstasy. Idosos também podem ser vulneráveis ao problema.
Em um artigo na revista especializada BMJ Case Reports, os médicos explicaram que é o caso da mulher é raro em pessoas saudáveis, mas voltaram a alertar que é preciso especificar qual a quantidade de água os pacientes precisam.
“Existe uma escassez de pesquisas que avaliem os riscos e benefícios do conselho ‘beba mais fluidos'”, escreveram os médicos.





Quantidade específica

Os autores do estudo alertam que, quando a função renal da pessoa é normal, este problema não é comum. E uma das autoras justifica os conselhos de médicos para beber muitos fluidos.
“Quando uma pessoa está doente, ela tende a não tomar muita água pois isso é a última coisa que quer fazer. Por isso, ela pode se desidratar facilmente”, contou Maryann Noronha.
“Para neutralizar este risco, os médicos dizem: ‘beba muito líquido’. Isso perpetuou o mito de que é preciso beber litros e litros de água”, acrescentou.

Tom Sanders, professor emérito de nutrição no King’s College de Londres, disse que estes casos não significam que o conselho de beber bastante água esteja errado.
“Os pacientes precisam ter um suprimento de água adequado perto de suas camas e devem ser estimulados a beber ou ajudados a beber”, explicou.

Sanders afirma que isto é muito importante para pacientes idosos que, frequentemente, sofrem de desidratação.
Os autores dos estudo afirmam que, no final das contas, a quantidade de água que devemos ingerir varia muito de pessoa para pessoa.
Mas, o importante é quando estamos doentes manter o mesmo nível de consumo de quando estamos saudáveis. Ou até uns 50% a mais.
Na Inglaterra o serviço de saúde público, o NHS, recomenda que uma pessoa beba entre seis e oito copos de líquido por dia, incluindo água, chá, café e outras bebidas frias ou quentes.

Por BBC




Sobre o autor

donaldo jalane

donaldo jalane

Nossa página do facebook

Desporto Internacional

SIGA NOSSO BLOG POR E-MAIL

Digite seu endereço de email para receber novos artigos no seu endereço eletrónico
Name
Email *