Um indivíduo de 37 anos de idade,mata e queima cadáver em Nampula

1

Cidadão está preso desde segunda-feira (24), na cidade de Nampula, indiciado de assassinar a esposa durante a madrugada, e queimar o cadáver dentro da casa onde supostamente vivia com a vítima.

Não se sabe ao certo o que levou o cidadão a cometer tal acto, ocorrido na unidade comunal de Saua-Saua, no bairro Namicopo. Entretanto, a Policia da República de Moçambique (PRM) suspeita tratar-se de um homicídio que partiu de problemas passionais.

O indiciado, aparentemente bêbado, negou ter morto a sua cônjuge e alegou que não sabe o que se passou. Aliás, ele apesentava queimaduras bastante visíveis nos membros superiores.

Zacarias Nacute, porta-voz do Comando Provincial de Nampula, citado pelo “@ verdade” disse que o presumível homicida fechou-se na residência com a malograda, agrediu-a fisicamente e, em seguida, ateou fogo.

Acredita-se ainda que o cidadão incendiou a casa e fugiu quando se apercebeu de que a sua parceira estava morta. O visado fracassou na sua tentativa de fuga porque a população, indignada e enfurecida, ajudou os agentes da Lei e Ordem a detê-lo.

Algumas pessoas alegaram que a finda foi morta à catana e a Polícia disse estar a investigar, também, se ela foi encaminhada para o interior da casa morta ou em vida.[VM]

Fonte;FM

você pode gostar também Mais do autor

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.