O que é que as pessoas tristes e negativas têm em comum?

22

São muitos os aspetos que caraterizam as pessoas negativas. Um deles é o egoísmo.

A alegria e a tristeza são os dois lados de uma mesma moeda, dois lados que todas as pessoas experimentam em algum momento das suas vidas… a não ser que sejam pessoas tristes e não consigam sair desta espiral negativa.




Não se sabe ainda se é por culpa da genética ou do meio ambiente, se é defeito ou feitio, mas a psicologia tem-se focado nas pessoas que são tristes por natureza, que apenas olham para o lado negativo das situações, que se mostram incapazes de dar um ar da sua graça sem colocar um rosto sisudo segundos depois.

A tristeza sem motivo aparente é o aspeto mais comum entre as pessoas tristes, mas existem mais (muito mais). Como conta o Buena Vida do El País, a apatia, o egoísmo e a frustração (com ou sem motivo aparente) são outros aspetos que caraterizam as pessoas tristes e que ajudam a ciência a tentar perceber o que faz com que muitas pessoas vejam na própria infelicidade um refúgio eterno, olhando para este aspeto como uma consequência direta da visão distorcida que têm da vida e das próprias capacidades.

Ramón Oria de Rueda, psicoterapeuta espanhol, aponta ainda outros aspetos comuns às pessoas tristes. Em declarações à publicação, o especialista diz que se trata de pessoas que “tendem a fazer uma atribuição interna de incapacidade e uma atribuição externa de má sorte”, o que faz com que se sintam culpados por cada falha. Além disso, são pessoas que fazem das queixas o centro das suas vidas.

A nível biológico, diz o italiano Antonio Semerari, as pessoas tristes por natureza apresentam um deficit nas habilidades meta-cognitivas, o que faz com que sejam incapazes de refletir sobre os seus próprios estados emocionais e, por consequência, sobre as suas próprias emoções.




As pessoas infelizes e tristes são ainda aquelas que não conseguem olhar mais além, que não conseguem sair da zona de conforto e procurar uma alternativa ao estado em que se encontram, muitas vezes por culpa do egoísmo, que é a “base das suas personalidades”, como indica o psicólogo italiano.

“As pessoas negativas são egoístas, falam dos seus problemas, das suas dificuldades, de si próprias e da falta de sorte”, explica, salientando que este aspeto faz com que se sintam ainda mais sós e mais tristes.

Fonte:Noticias ao Minuto

você pode gostar também Mais do autor

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.