MOZ NEWS


Polícia mata duas pessoas a tiro na Cidade de Maputo

Polícia mata duas pessoas a tiro na Cidade de Maputo
setembro 13
12:59 2016

Os casos ocorreram nos bairros Ferroviário e 25 de Junho

Duas pessoas morreram baleadas por agentes da Polícia no sábado passado, na Cidade de Maputo. O primeiro caso deu-se por volta das 04h da madrugada, no bairro Ferroviário, e a vítima, identificada por José Langa, era acusada de ter roubado uma carteira. A mãe enlutada diz que o filho saiu de casa na noite de sexta-feira para se divertir.

“Vieram dizer-me que meu filho foi baleado e morreu”, lamentou Celeste Mandlate, com lágrimas escorrendo pelo semblante.

A tia do malogrado diz que a moça que reclamava pela carteira desaparecida, e que teria sido a razão da morte de Langa é quem agitou o agente da PRM a balear a vítima.

“Ele estava parado ao lado de uma viatura. O dono do carro disse-lhe que queria a carteira que havia desaparecido, e ele disse que não sabia da carteira. Então o agente da Polícia disparou para o chão de modo a assusta-lo, mas ele disse que era inocente. O agente da PRM insistiu e discutiram até balear-lhe nas pernas e a vítima caiu. A moça que lhe foi roubada a carteira disse ‘acaba com ele’, daí que o agente o baleou mortalmente”, contou a tia da vítima.

A PRM diz que o agente da corporação está foragido, e que conseguiu apreender a arma do crime

“A arma do crime foi depois apreendida na posse do filho do autor do crime, ora foragido”, disse o porta-voz da PRM na Cidade de Maputo, Orlando Mudumane.

Ainda no sábado, outro agente da corporação baleou mortalmente um indivíduo no bairro 25 de Junho. Mudumane diz que o acto foi involuntário e que a a corporação estava em missão de serviço.

“Para esclarecer as circunstâncias deste incidente, o comando da PRM na Cidade de Maputo criou uma comissão de inquérito”, disse Mudumane.

Fonte: O pais

 

[fbcommentssync]

Sobre o autor

donaldo jalane

donaldo jalane

Nossa página do facebook

Desporto

Ciência

Celebridade